Jornal A Trombeta Fernando Prestes São Paulo Brasil
Polícia de Fernando Prestes prende rapaz com 15 porções de maconha

Publicado em 22/07/2020 as 6h

Drogas Flagrante FP.jpg

Maconha apreendida pela polícia. Foto: Polícia Mililtar de Fernando Prestes

Policiais Militares de Fernando Prestes prenderam no último domingo, 19/07, um rapaz de 18 anos que estava portando 15 “trouxinhas” de maconha. O rapaz reside no Jardim Luchetti 2 em Fernando Prestes e segundo os policiais já atuava na traficância desde sua adolescência, tendo inclusive ficado internado na Fundação Casa por atuar no tráfico de drogas e roubo.

 

Segundo a ocorrência, os policiais receberam uma denúncia anônima via fone 190 dando conta que o acusado estava portando em seu short um pacote contendo maconha. Os soldados Clementi, Alencar e a policial feminina Saquetti fizeram a abordagem no rapaz e encontraram as 15 trouxinhas da droga.  Na sequencia apresentaram a ocorrência na Delegacia de Polícia, onde o acusado foi autuado em flagrante delito pelo crime de tráfico de drogas pelo delegado Dr. Claudemir Pereira da Silva.

 

O rapaz ficou preso e a disposição da Justiça. Na segunda-feira, 20/07, participou de audiência de custódia e o Juiz de Direito decidiu manter o acusado preso. O delegado de polícia de Fernando Prestes Dr. Claudemir Pereira da Silva, está concluído as investigações sobre a ocorrência e pedirá a Justiça a prisão preventiva e caso seja concedida o rapaz ficará preso até o julgamento do caso.

 

De acordo com a  Lei 11.343/2006, que define os crimes relacionados à prática do tráfico ilícito de drogas uma pessoa pode ser condenada a pena de reclusão de 3 (três) a 15 (quinze) anos se for considerada culpada.

 

Cerco contra as drogas

As policias Civil e Militar vem atuando com firmeza contra o tráfico de drogas em Fernando Prestes. No mês passado, 05/06, em uma ação conjunta,  policiais civis e militares de Fernando Prestes prenderam um homem de 39 anos acusado de tráfico de entorpecentes. O acusado residia no bairro Jardim Luchetti  em Fernando Prestes e já estava sendo investigado pela polícia.