FERNANDO PRESTES 2001-2018
Madrugada sangrenta em Tapinas: Uma mulher é morta e dois esfaqueados

Publicado em 18/08/2019 as 7h20

1.jpg

Mirian Alves que faleceu ao dar entrada no PS em Itápolis Imagem: Facebook perfil da vítima

4.jpg

Rogério Gomes Hespanha no interior da viatura durante sua prisão em Catanduva Imagem: Polícia Civil de Itapolis

Na madrugada  do dia 17/08, por volta das 3h no distrito de Tapinas município de Itápolis houve um homicídio e duas tentativas envolvendo quatro pessoas.

 

Segundo a polícia três homens e uma mulher bebiam em um bar em Tapinas, quando começaram a discutir e após apaziguados foram embora em um automóvel de propriedade do autor Rogério Gomes Hespanha, de 42 anos, vulgo “Firme”. A versão do autor após sua captura é que, durante o retorno em seu carro, Jhonata dos Santos Zancheta, 30 anos e Rogério de Souza Santos, 40 anos, começaram a lhe agredir com socos. Também estava no carro Mirian Alves de 34 anos.

 

Ainda segundo a versão prestada à polícia, diante das agressões, Rogério Hespanha pegou uma faca que estava dentro de seu carro e começou a esfaquear tanto o passageiro de estava de seu lado como também as outras duas pessoas no banco traseiro. O veículo parou defronte a residências das vitimas Rogério, Jhonatan e Mirian que saíram do automóvel gritando e pedindo socorro. Mirian Alves ficou gravemente ferida e faleceu ao dar entrada no pronto socorro da cidade de Itápolis. As outras duas vitimas tiveram ferimentos graves e continuam internadas.

 

Após a briga e esfaqueado as vitimas o autor Rogério fugiu para Catanduva mas foi preso por policiais civis que Itápolis que já estavam investigando o caso. Rogério foi preso quando estava sendo atendido por estar ferido na Unidade de Pronto Atendimento de Catanduva.

 

Segundo o policial civil Eduardo Pereira Filho que participou das diligências ainda não foi possível ouvir as versões das vitimas Rogério e Jhonata que seguem internados. Conforme informação da Santa Casa de Misericórdia de Itápolis na manhã deste domingo, 18/08, as vítimas continuam internadas.